quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

EM POUCOS PASSOS


Sinto-te perto e ao mesmo tempo distante
Sinto tua leveza vibrando ao meu lado
Sinto teu afeto no mais suave toque

Sinto tua dúvida que se transforma em pausa
E no contratempo percebo o descompasso que embaraça a nossa dança
Mas em poucos passos retomamos a um só tempo o nosso compasso

O movimento retoma o ritmo
A música invade a alma
E o nosso passo se transforma novamente em dança

Entre giros, voltas e rodopios
Nos divertimos numa festa imaginária
Vibrando na mesma sintonia que aproxima e acalma

Olhares envolventes, mãos que se entrelaçam
E a dança ganha corpo
Como num beijo que desperta a alma

Nessa vida nem mesmo a certeza é ausente de dúvida
De certo mesmo só a vida
Que na voz do poeta é para ser simplesmente vivida

E nessa arte do encontro que é a vida
Que a nossa harmonia seja ritmada pela alegria da dança
E pela musicalidade da alma!

2 comentários:

  1. Lindo...como sempre...

    Adorei o blog e o novo layout...

    bj

    ResponderExcluir
  2. Flor, olha lá...

    Já está como blog recomendado no Prosas e Risos...

    Beijão linda...

    ResponderExcluir